sexta-feira, 21 de março de 2014

Cuidado com os “Anton Ego” por aí - Por Alexandre Mathias

Um dia desses tive a oportunidade de rever uma animação que gosto muito, o filme Ratatouille

Para aqueles que ainda não assistiram, o desenho conta a historia de Remy, um ratinho simpático que adora cozinhar e ajuda um atrapalhado rapaz a comandar a cozinha de um restaurante em Paris.

Assistindo à animação, percebi que um dos personagens me chamou mais atenção desta vez: o critico culinário Anton Ego: um homem amargo, esnobe e extremamente egocêntrico. Alguém que acredita que sua opinião vale mais que as de outras pessoas e menospreza qualquer um que não compartilhe de seu ponto de vista.


Mas você deve estar se perguntando, afinal, o que isso tem haver com vinhos? Para começar, quem nunca encontrou um “Anton Ego” em alguma degustação de vinhos? Ou mesmo em um jantar? 

Aquela pessoa que acha que vinho é coisa de elite e/ ou então, que olha com desdém para qualquer um que ela acha que não pode aproveitar a beleza desta bebida como ela. Gostam de exibir seus conhecimentos, mesmo que ninguém tenha perguntado. Às vezes, você encontra até aqueles que não entendem nada, mas adoram mostrar que entendem. São pessoas que ficam indignadas quando são contrariadas ou ignoradas, e que acham que todos tem que adorar o que dizem.

Espero sinceramente que, assim como o personagem do filme, nossos “Anton Ego” por aí percebam, no final, a alegria de desfrutar o momento com um vinho simples, mas muito bem feito. Lembrar com um sorriso no rosto e redescobrir aquela sensação maravilhosa que teve no começo de suas degustações, onde todos os vinhos traziam adoráveis surpresas, inclusive com os mais baratos.

Pensem o quanto essas pessoas poderiam contribuir para a divulgação do vinho caso decidissem descer de seus pedestais, no qual eles mesmo se colocaram, e disseminassem seu conhecimento com os iniciantes?

Boa dica, não!?


19 comentários:

  1. Preciso comentar? Vamos todos buscar um resultado em comum... o sucesso do vinho! Querer ser mais e evoluir é uma coisa, querer que os outros não sejam, é outra!!
    :(

    ResponderExcluir
  2. Adorei!! Já conheci muitos Anton Ego no mundo do vinho. Eles vem com outros nomes também como enochatos, enoinvejosos e assim vai. Seguimos em frente porque não conheço alguém que tenha tido sucesso na vida, falando mal dos outros.
    Beijos e excelente final de semana

    Ale Esteves
    www.damadovinho.com.br

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente! Belo texto, que acrescenda algo e leva a indagação.
    Eu sempre me pergunto, porque alguns, ao invés de estudar e obter formação, ficam se preocupando com os que o fizeram, com raivas e invejas, afinal os bons cursos de vinhos estão ai e todos são bem-vindos!
    Parabéns pelo texto!
    Camila H. Coletti
    www.vinhoedelicias.com.br

    ResponderExcluir
  4. Isso aí! Beber, ler, viajar, aprender e dividir. Sem neuras, sem encheção de paciência, na boa... Vinho é diversão.
    []s,
    Marco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Marco! Para apreciar um vinho basta abri-lo.
      Beijo e obrigada pela visita

      Excluir
  5. Anton Ego, aparentemente, dominava sua língua pátria, então já estava em vantagem, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahhah... E tem muito Anton Ego por aí escrevendo errado, né? Acho que estamos falando da mesma pessoa!
      Beijo e obrigada pela visita

      Excluir
  6. O que tem de blogueiro "estudado" por aí que peca pela arrogância não está no gibi. Acham que ao fazer um cursinho de 6 meses adquirem informações que anulam completamente tudo que as pessoas que não fizeram o curso sabem.

    É o mesmo que um estudante de Letras achar que, só porque ele está na faculdade de Letras, todo mundo que não está não sabe escrever. Patético e arrogante.

    Enfim... humildade é característica dos grandes. Quem é, vai viver a vida aprendendo, e em harmonia com o próximo. Quem não é, vai morrer com o copo vazio, achando que está transbordando, e achando que todas as críticas que recebe são frutos de inveja, recalque, raiva... Não enxerga um palmo à frente do nariz, porque pensa que além do seu nariz, não há nada que valha a pena ser visto. Excelente a sua reflexão, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau! Excelente foi seu comentário!
      Por isso, seguiremos em frente! Bebendo muito, aprendendo e brindando à vida.
      Obrigada pela visita!
      Beijo

      Excluir
  7. Pois é, o tiro anda saindo pela culatra de alguns 'anton ego'.
    É de se admirar a repercussão deste assunto, inclusive em outro blog que iniciou de forma direta e dando nome ao 'anton' ou a 'antan' , no caso! Mas serve para todos os 'anton´, inclusive muitos conhecidos no meio!

    Isto só demonstra o quanto as pessoas, sejam "entendidas" ou não no mundo do vinho não toleram este tipo de postura. E vou ainda falar, há muitos ainda no grupo deste 'anton ego' que não gostam dos novos blogueiros tanto online quanto em eventos de vinho. Eles querem só para eles e o consumidor que pague a conta. Eles não querem nem o consumidor iniciante,que quer conhecer mais de vinho, entre em eventos de vinho. Mas se esquecem, que é este consumidor que paga a conta!

    Alegam que eles são beberrões e estragam a classe profissional perante o agente/produtor......eu já vi, de monte, profissionais beberrões em eventos.

    O que estes "anton" precisam entender é que há espaço para TODOS e que cada um pode dar sua contribuição em prol de um objetivo comum...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente anônimo!
      Eu só tenho um objetivo com meu blog: Alcançar o consumidor iniciante, que descobriu no vinho a bebida para compartilhar a vida.
      Mas o pessoal insiste em querer pescar em aquário... Sempre os mesmos, a mesma conversa! Vamos em frente e difundir o vinho!
      Obrigada pela visita
      Beijo

      Excluir
  8. Agora, quando eu beber um vinho em algum evento vou ficar quietinho, para não ser repreendido por profissionais por usar termos que só eles podem usar. Isso se eu não for proibido de entrar no evento, por não ser profissional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahhahah, anônimo, você aprendeu a lição rapidinho! Mas se você estiver perto do pessoal do "Taças e Rolhas", não deixe de comentar. Vamos adorar ouvir suas impressões!
      Obrigada pela visita!
      Beijo

      Excluir
  9. Meus queridos, post mais que oportuno e muito bem escrito!

    A capacidade de dizer muito em poucas linhas é arte para poucos!

    É aquilo que eu sempre digo a prepotência e a arrogância andam sempre de mãos dadas com a senhora dona "falta de educação"!

    Sempre lamentável os Anton ou Antan Ego que existem por aí! Não valem meia dose de azia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo absolutamente, Ale!
      Obrigada!
      Beijo

      Excluir
  10. Alessander, faço minhas tuas palavras!
    Oportuno e muito bem escrito...
    Os comentários acima sintetizam bem o sentimento. Senti na pele o preconceito, a rejeição, resisti e venci! Bola pra frente! Cheers!
    Bj
    Ale Mathias, colunista fixo do Taças e rolhas, já!

    vinhocervejaegastronomia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renata;
      Bola pra frente, sempre!
      Beijo e sucesso!

      Excluir