quinta-feira, 14 de agosto de 2014

A fome é o desejo reincidente...

Há tempos adio a leitura do livro "Clube dos Anjos", de Luís Fernando Veríssimo, que pertence à coleção "Plenos Pecados", da Editora Objetiva. Com o slogan "um convite à reflexão e também ao prazer", a coleção Plenos Pecados foi lançada no ano de 1998, apresentando sete obras de sete autores consagrados, com a proposta de analisar os pecados capitais que fascinam e aprisionam os homens ao longo dos séculos, sob um ponto de vista libertador e contemporâneo. 

E, nesses acasos da vida, enquanto passeava pela Livraria Cultura, me deparei com o volume escrito pelo Luís Fernando Veríssimo, narrando o delicioso pecado da Gula!

Foto:  Divulgação

A contracapa já seduz: 

"Não é todo dia que se quer ver um pastoso Van Gogh ou ouvir uma crocante fuga de Bach ou amar uma suculenta mulher, mas todos os dias se quer comer. A fome é o único desejo reincidente, pois a visão acaba, a audição acaba, o sexo acaba, o poder acaba - mas a fome continua."

Como resistir à tentação de começar a ler ali mesmo, na livraria... Não, não pude resistir e comprei!

O livro conta a história da Confraria do Picadinho, que se reúne uma vez ao mês para celebrar a arte de comer bem. Porém, no dia seguinte ao jantar feito por um misterioso chef, um dos confrades morre por circunstâncias misteriosas, justamente ele que, por tanto ter gostado do prato feito pelo cozinheiro (Boeuf Bourguignon), quis comer a última porção. A dúvida paira no ar entre os presentes: teria o confrade Abel morrido envenenado?

A morte do amigo não é motivo para pararem com os encontros, e no mês seguinte, mais um jantar promovido por Lucídio e mais uma morte. No outro mês, o episódio se repete. Diante de tantas coincidências entre jantares e mortes, não seria o mais aceitável que os encontros fossem cessados? Seria, mas não para o grupo que, de certa forma sente um prazer ainda maior em saborear os pratos apimentados com um iminente medo de morrer. A comida, de algum modo, ficaria mais saborosa por causa da incerteza mórbida da última refeição: será que amanhã eu vou amanhecer vivo?

Estou me deliciando com a obra, desejando saborear a última página.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Conhece o Aperol Spritz?

O Aperol Spritz é um drinque de muito sucesso na Europa. Durante minha passagem pela Itália (no ano passado) e pela Alemanha (no último mês), fiquei surpresa com a quantidade de taças com liquido lindamente laranja que dominavam as mesas nos bares e restaurantes. 


O Aperol Spritz, originário da região do Vêneto (Itália), é um drinque muito badalado e delicioso, que combina muito bem com o verão, já que é uma bebida leve e refrescante, com sabor de laranja ligeiramente amarga.

O melhor de tudo é que preparar o drinque é muito fácil: 3 partes de prosseco ou espumante, 2 partes de Aperol e uma parte de água com gás ou club soda. Pronto! 

Sim, comprar uma garrafa de Aperol aqui no Brasil está cada vez mais fácil. As grandes redes de supermercados já estão comercializando. No Pão de Açúcar, por exemplo, comprei a minha e paguei R$40.

Então...




sexta-feira, 1 de agosto de 2014

TOP 10 * Berlim

Você ainda vai conhecer Berlim! Ah, vai! A cidade é apaixonante, linda, arborizada, repleta de atrações e merece ser visitada. Hoje ainda é possível notar resquícios de uma cidade que esteve dividida entre capitalismo e socialismo. A arquitetura, principalmente, traz essas marcas históricas.

Por isso, decidi fazer uma listinha do TOP 10 coisas que você precisa fazer quando estiver em Berlim. Vale lembrar que a cidade tem muito, mas muito mais coisas para se conhecer. Vamos lá:

* O muro de Berlim/ East Side Gallery


Passou-se mais de 20 anos desde a queda do Muro de Berlim, mas até hoje ele exerce um grande fascínio nas pessoas. Então como ir à Berlim e não ver o Muro de Berlim? Tem que ver, faz parte do programa obrigatório. Existe alguns locais onde se pode ver trechos remanescentes do muro: o mais famoso é o chamado “East Side Gallery”, que fica ao longo do rio Spree, entre a Ostbahnhof e a ponte Oberbaumbrücke. Neste trecho, podemos ver uma série de pinturas de artistas de diversas partes do mundo retratando acontecimentos políticos ligados ao muro.

Para se ter uma noção concreta da extensão do muro, por toda a cidade existe uma demarcação no chão indicando por onde o muro passava. Essa demarcação é feita a partir de uma dupla fileira de paralelepípedos.

2 * Alexanderplatz e a Torre de TV


A Alexanderplatz é uma das maiores praças de Berlim. E é lá que você encontra a Torre de TV, que pode ser vista de diversos pontos da cidade. Uma das construções mais altas da Europa, e um dos pontos turísticos mais visitados da Alemanha, a torre te proporciona um bela visão de Berlim em 360 graus.


Por 12 euros você pode subir os 203 metros de altura em um elevador super rápido e observar Berlim do alto. Impossível não se apaixonar!  

3 * Portão de Brandemburgo


Sem dúvida, esse é o cartão-postal mais famoso de Berlim e símbolo da unificação alemã, embora sua história remonte a uma época bem mais antiga, quando Berlim ainda era uma cidade cercada por muros, numa espécie de fortaleza.

Esse local também é o palco das grandes comemorações alemãs, dentre elas, a Copa do Mundo. Se você observar bem, por trás dele há uma armação metálica. Era exatamente aí que estava o telão em que assistíamos aos jogos da Copa.

4 * Berliner Dom


Berliner Dom, a maior e mais importante igreja protestante de Berlim, foi construída entre 1894 e 1905, mas a sua história se inicia muito antes. A bela e imponente Catedral de Berlim é uma das construções mais fotografadas da cidade. Pudera! Com cúpulas marcantes e seus monumentais 114 metros de comprimento e 116 metros de altura, a catedral destaca-se na paisagem. Ela está localizada às margens do rio Spree, na Ilha dos Museus. Não deixe de visita-la. Além de bela, sua história é riquíssima. Vale a pena alugar um audio guide para conhecer todos os seus detalhes.

5 * Checkpoint Charlie


O Checkpoint Charlie era um posto militar na fronteira entre Berlim Ocidental e Oriental durante a Guerra Fria. Ele se localizava na junção das ruas Friedrichstrasse com Zimmerstrasse e Mauerstrasse, ligando o setor americano com o setor soviético. Após a construção do muro de Berlim, as autoridades construíram este posto para servir como um ponto de controle da passagem de pessoas entre o lado Oriental e Ocidental. Vale a pena dar uma passadinha por lá, para imaginar a história!

6 * Gedächtniskirche


A igreja Kaiser-Wilhelm-Gedächtniskirche também merece sua atenção. A sua torre, que foi extremamente danificada por bombardeios durante a Segunda Guerra e que não foi restaurada, é um símbolo para lembrar a destruição causada pela guerra.

7 * Avenida Unter den Linden


A Unter den Linden é uma das mais bonitas e famosas avenidas de Berlim. Ela tem 1,5 km de extensão e se estende deste a ponte Schlossbrücke (ponte do palácio) até o Portão de Brandenburgo.

Lindamente larga e arborizada, caminhe de ponta a ponta, observe seus monumentos, suas construções históricas, pare para almoçar, tomar uma Weizenbier (como a da foto), vinho ou para tomar um café em seus inúmeros restaurantes e bares, observe os berlinenses indo e vindo e você terá a certeza de que Berlim é muito especial. Dizem que na época do Natal as árvores recebem iluminação diferenciada e a avenida fica ainda mais bela, se é que isso é possível!

8 * Hospede-se na Berlim Oriental


Garantia de noites agitadas e muita história para ser observada e (re)vivida. A arquitetura, com traços daquela Alemanha Oriental de outrora, é instigante. Mas se você é daqueles que curte um ambiente mais comercial, repleto de lojas de grifes, então fique do lado ocidental, ok?

9 * Ande, ande, ande a pé ou de bike


A cidade de Berlim é plana, bem sinalizada e com pessoas dispostas a te ajudarem. Pode alugar um bike por 5 euros e pedalar até cansar. A cidade inteirinha é pensada para o uso das magrelas. Aproveite! Mas, se você é como nós, do Taças e Rolhas, então pegue um mapa e "caia no mundo", ande até o pé ficar destruído. Aposto que terá um sorriso nos lábios ao final do dia.

10 * Experimente o Berliner Currywurst



Passar por Berlim e não provar o prato típico deles é inaceitável. Peça o Berliner Currywurst, uma salsicha grelhada, acompanhada por um molho de tomate temperado com curry e batatas fritas crocantes. Harmoniza perfeitamente com uma taça de vinho branco refrescante!

O prato é tão importante que existe até um museu sobre ele, o Currywurst Museum

Ah, você vai cair de amores por Berlim... Pode anotar!

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Quer um bom champagne a um preço excelente?

Há tempos queria experimentar o champagne Montaudon

Nessas coincidências da vida, a Wine.com.br me enviou uma garrafa por conta do meu aniversário! Abri e ...


Elaborado com o corte típico da região de Champagne - as castas Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier nas mesmas proporções, apresentou perlage fino, aromas de frutas frescas, principalmente maçã, leve toque de fermentação, sem grandes complexidades. Na boca mostrou-se leve, fresco, delicado. 

O preço? R$89,00. Aprovado!

segunda-feira, 28 de julho de 2014

O rio Reno, o Vale do Mosel e a Riesling

Não poderia iniciar meus registros de viagem falando de outro lugar, senão do passeio de barco que realizei pelo rio Reno e pelo rio Mosel, durante minha estadia na Alemanha.

Região vitivinícola por excelência, o vale do rio Mosel, localizado no sudoeste da Alemanha, oferece, além de vinhos extraordinários, a oportunidade de desfrutar de paisagens deslumbrantes, castelos monumentais e cidades históricas.


Famosa pela produção da casta Riesling, esta região é considerada uma das mais bonitas do planeta. Confesso que observar as encostas das montanhas forradinhas de plantações junto aos castelos ou a uma cidadezinha típica, é de deixar qualquer turista maluco.


Eu recomendo bastante o passeio pelos vales do Reno e do Mosel, mas vale lembrar que se trata de uma atividade de contemplação e que deve ser feito sem nenhuma pressa. Para quem busca agito e badalação, melhor não ir. 


O Vale do Rio Mosel oferece as condições ideais à produção da Riesling: Nesse serpentear, formam-se regiões íngremes, que recebem uma grande incidência de sol, além disso o solo, na maioria das vezes, de ardósia, absorve o calor do sol durante o dia e aquece a videira durante a noite. 


"Os 9 mil hectares plantados com uva Riesling estendem-se pelas encostas íngremes do vale. Com pouco mais de 500 viticultores, a região do Mosel é a quinta maior entre as 13 áreas vinícolas alemãs e a maior área contínua de cultivo de Riesling no mundo", segundo Peter Wolffenbüttel, do Além do Vinho

Algumas encostas são tão íngremes que fico imaginando como deve ser difícil e perigoso trabalhar nesses vinhedos.


Eu tentei escrever esse post enquanto navegava pelo rio Reno, mas foi impossível. Verbalizar sensações é difícil!


Depois de navegar por quase três horas, contemplando a paisagem, chegamos à cidade de Cochem, onde está o Castelo de Cochem.


Construído em torno do ano 1000, foi destruído em 1689 e reconstruído entre 1874-1877. Ele é o cartão postal da linda cidade de Cochem.

Paramos para almoçar à margem do rio Mosel. E, como não poderia deixar de ser, uma bela taça de Riesling para brindar o dia. 


Impossível não se apaixonar ainda mais pela uva Riesling!

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Sábado tem Encontro de Vinhos em Campinas/ SP

Sábado agora, dia 26 de Julho, das 14h as 22h, acontece o Encontro de Vinhos, na cidade de Campinas/ São Paulo.


Nós, do Taças e Rolhas, somos fãs desse evento justamente por conta do ambiente descontraído, repleto de produtores, importadores, público inteligente e divertido. Sem falar que o funcionamento é super simples: você chega, pega uma taça e pode provar quantos vinhos quiser, durante todo o tempo da feira. Os produtores e importadores estão lá para degustar com você, tirar suas dúvidas e bater papo.

Se você não conseguir ir, o evento deste ano conta com um estúdio do Winebar, que transmitirá entrevistas com os expositores durante todo o dia. Basta você clicar no link acima e acompanhar tudo.

Por isso, anote aí:

Encontro de Vinhos Campinas 2014
Local: Casarão Campinas – www.casaraocampinas.com.br
Rua Leontina Carvalho de Siqueira, 38 - Campinas
Data: 26 de julho de 2014
Horário: das 14h as 22h
Convites: R$ 60,00 – na hora ou com desconto através da página de venda de ingressos aqui

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Voltamos!

Os dias voaram (para variar!) e as férias já acabaram.

Percebi que os posts que deixei programado não funcionaram, mas não tem problema! Posts fresquinhos, com as últimas notícias do mundo do vinho, eventos e, claro, dicas da Alemanha e da Áustria circularão por aqui!

Enquanto ajusto os textos de logo mais, seguem algumas imagens de cidades que harmonizaram perfeitamente com nossas taças de vinhos!

Berlin e o Portão de Brandemburgo com a estrutura do FIFA FAN FEST

Dresden e suas reconstruções


A estonteante e verde Hannover

Innsbruck, cercada pelos Alpes